gototop
Fabrica social
Fabrica social

Fabrica social (11)

fábrica social

O Governo de Brasília, por intermédio da Subsecretaria de Integração de Ações Sociais – SIAS, da Secretaria Adjunta do Trabalho, da Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, acaba de lançar processo seletivo para preenchimento de 1.450 vagas para cinco cursos da Fábrica Social: Confecção de Vestuário, Acessórios e Materiais Esportivos (1.000 vagas), Instalação e Manutenção de Placas Fotovoltaicas - painéis solares (150 vagas), Produção e Cultivo de Alimentos Saudáveis em Meio Urbano - hortas urbanas (150 vagas), Marcenaria com Madeiras Recicláveis (50 vagas) e Construção Civil (100 vagas).


Os interessados poderão se inscrever no período de 5 a 26 de junho de 2017 pelo telefone Central Codeplan, número 08006459445, no horário de 7h às 19h, inclusive sábados, domingos e feriados.


As pessoas interessadas nas vagas precisam estar inscritas no CadÚnico – Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal e residir no Distrito Federal; ter renda familiar per capita de até R$ 170,00 (cento e setenta reais); possuir idade mínima de 16 anos (completos até 01/08/2017); não ter participado de nenhum processo de capacitação e qualificação do Programa Fábrica Social.


As vagas serão destinadas da seguinte forma: 85% para cadastro geral; 5% para pessoas com deficiência – PCD; 5% para idosos PI (idade igual ou superior a 60 anos até 01/08/2017) e 5% para adolescentes em conflito com a lei - ACL, a partir de 14 (quatorze) anos completos e 18 (dezoito) anos incompletos, ambos até 01/08/2017, que já cumpriram medida socioeducativa ou que a estejam cumprindo, em regime semiaberto ou aberto.

 

Clique aqui e acesse a minuta do Edital de Seleção da Fábrica Social

Vem aí o processo seletivo da Fábrica Social para escolher quem participará de cinco cursos. São 1.400 vagas, sendo 1 mil para o curso Têxtil e Confecção de Material Esportivo, 150 para Instalação e Manutenção de Placas Fotovoltaicas (painéis solares), 150 para Produção e Cultivo de Alimentos Saudáveis em Meio Urbano (hortas urbanas), 50 para Marcenaria com madeiras recicláveis e 50 para Construção Civil.

As inscrições começam no dia 6 de junho e terminam no dia 24 do mesmo mês. E somente poderão ser feitas pela Central 156, opção 9, subitem 6, no horário de 7h às 19h, no período de 6 a 24 de junho de 2016, inclusive aos sábados e domingos, de 8h às 18h.

OUTRAS REGRAS

Quem pode participar:

 

. Pessoas com cadastro atualizado no CadÚnico (Cadastro para Programas Sociais do Governo de Brasília);

. Pessoas com renda familiar per capta de até R$ 154,00;

. Pessoas com idade mínima de 16 anos;

. E pessoas que residem no Distrito Federal e tenham disponibilidade de até 6 horas no período matutino ou vespertino.

Observação: não pode se inscrever quem já participou de algum processo de capacitação e qualificação da Fábrica Social

5% de reservas de vagas para:

. Pessoas com deficiência

. Pessoas idosas

. Adolescentes em conflito com a lei

Processo seletivo:

O sorteio dos participantes ocorrerá no dia 29 de junho de 2016.

Edital de Chamada Pública - 6 de Maio de 2016

Segunda, 31 Agosto 2015

Objetivos

Objetivo Geral

• Promover a Educação Profissional, mediante a inclusão produtiva, de cidadãs e cidadãos em situação de vulnerabilidade, visando sua autonomia socioeconômica e oferecendo oportunidades concretas de inserção no mercado de trabalho (formal e/ou informal).


Objetivo específico

 

  • • Oferecer acesso à aprendizagem das Habilidades Básicas, Específicas e de Gestão, articulando conteúdos, com vistas à sua qualificação profissional e sua inserção no mundo do trabalho;

  • • Promover a erradicação do analfabetismo na Fábrica Social;

  • • Promover a inclusão e alfabetização digital, em ambientes computacionais de aprendizagem e laboratórios de informática;

  • • Estimular a conclusão do Ensino Fundamental, através do programa de Educação de Jovens e Adultos – EJA;

  • • Promover a inclusão produtiva, mediante o pagamento de benefícios sociais por produtividade.

 

Objetivos Operacionais

 

Confeccionar e doar aos Órgãos da Administração Direta e Indireta do DF:


• vestuários diversos, jalecos, lençóis, cobertores, roupões para pacientes;


• 1 milhão de uniformes escolares, por ano, para os alunos da rede pública de ensino do DF;


• materiais de apoio necessários às atividades esportivas promovidas pelo GDF, tais como: bolas, redes diversas, bolas especiais para deficientes visuais, bonés, camisetas, agasalhos, bolsas, etc...


• painéis solares (placas fotovoltaicas) e lâmpadas de LED para edificações públicas destinadas às atividades fim do GDF, especialmente, escolas e hospitais.


• alimentos orgânicos para creches da Cidade Estrutural;


• Estruturar, montar, aparelhar, equipar e manter:

a.1 (uma) Oficina de Produção de Placas Fotovoltaicas (painéis solares) e Lâmpadas de Led;
b.1 (uma) Oficina de Formação Profissional em Organoponia Urbana, visando à produção de alimentos orgânicos por gotejamento;
c.1 (uma) Oficina de Formação Profissional em Marcenaria de madeiras recicladas;
d.1 (uma) Oficina de Formação Profissional para a Construção Civil, e
e.Manter as  2 (duas) oficinas atuais de confecção e de material esportivo.

População do Distrito Federal, pessoas inscritas no Cadastro Único dos programas de transferência de renda(CadÚnico), prioritariamente residentes na Cidade Estrutural, sendo que a distribuição das vagas observa os seguintes critérios:

•concorrência geral (85%)
•pessoas idosas (5%)
•pessoas com deficiência (5%) e
•adolescentes em conflito com a lei (5%).
Terça, 18 Agosto 2015

Sobre a fábrica

fabrica-4

O Programa Fábrica Social consiste em um Centro de Educação Profissional, criado em abril de 2013, com o objetivo precípuo de promover a cidadania por meio da capacitação e qualificação profissional de pessoas pobres e extremamente pobres do Distrito Federal, inscritas no Cadastro Único dos Programas do Governo Federal – CadÚnico, por meio da inclusão social produtiva, mediante concessão de benefício social por produtividade para combater as desigualdades sociais existentes no Distrito Federal, visando a inserção no Mercado de Trabalho.

Terça, 18 Agosto 2015

Metas

Terça, 18 Agosto 2015

Metodologia

Para promover a Educação Profissional serão estabelecidas parcerias com entidades governamentais e  da sociedade civil sem fins lucrativos, especialmente o Sistema S – SENAI, SEBRAE, SESI, SESCOOP, SENAR, SENAC e SESC; a OCDF e o IFB.

A estrutura de formação prevê a integração e o desenvolvimento de habilidades em três módulos educativos:

Módulo I – Habilidades Básicas: são competências e conhecimentos gerais essenciais para o mercado de trabalho e para a construção da cidadania, tais como: a erradicação do analfabetismo, a inclusão digital, a elevação da escolaridade visando a conclusão do Ensino Fundamental e o oferecimento de uma programação de educação continuada contemplando conhecimentos básicos de nutrição, segurança alimentar, cuidados com a saúde, higiene, direitos e deveres trabalhistas, entre outros.


Módulo II – Habilidades Específicas: relacionadas ao treinamento para o trabalho e dizem respeito aos saberes - saber fazere saber ser,exigidos por postos de trabalho, através da rotatividade de funções - distribuídas em núcleos de desenvolvimento de especialidades profissionais.

Módulo III – Habilidades de Gestão: relacionadas às competências de autogestão, de empreendedorismo, de trabalho em equipe, cooperativismo, associativismo produtivo, entre outros, com vistas a obtenção e manutenção de uma ocupação no mercado de trabalho

Terça, 18 Agosto 2015

Perfil do Subsecretário

VOCÊ EST? AQUI: Início Metodologia Fabrica social