Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/03/20 às 9h20 - Atualizado em 10/03/20 às 16h35

Encontro com setor produtivo

COMPARTILHAR

O secretário de Trabalho, Thales Mendes, está conhecendo a realidade do empregado e de empregadores para melhorar as políticas públicas instituídas pelo governo.  Na quarta-feira, 04/03, visitou o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), onde reuniu-se com o presidente da entidade, Dionyzio Klavdianos, e o vice-presidente, José Antonio Magalhães, para conhecer e debater sobre as demandas do setor produtivo nas áreas de intermediação de mão de obra, qualificação profissional e produção no trabalho.

“Aqui podemos entender, por exemplo, quais os profissionais estão em falta para, assim, criar cursos de qualificação voltados para essa demanda. O empregador terá mão de obra qualificada e trabalhador terá qualificação direcionada, saindo da sala de aula com grande possibilidade de ser empregado”, acrescentou o secretário Thales Mendes.

Dionyzio Klavdianos, presidente do Sinduscon-DF, entende que, “o diálogo entre setor produtivo e governo é uma importante ferramenta para a superação de problemas. Não há como fazer uma inserção de boa qualidade sem contar com o apoio do setor produtivo, porque temos conhecimento técnico e estamos à disposição para realizar um bom trabalho”, ressaltou Klavdianos.

Já nesta quinta-feira, 05/03, a visita foi à Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra). Que tem em sua estrutura três braços importantes; O Serviço Social da Indústria (Sesi-DF), marca da responsabilidade social ao trabalhador da indústria, está presente na sociedade da capital brasileira colocando à disposição os serviços de educação, saúde, esporte, lazer e cultura.

No mesmo grau de importância, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-DF), braço do ensino profissional e qualificação de mão de obra para a indústria local, está presente em pontos estratégicos da cidade, oferecendo capacitação profissional com elevado grau de qualidade, formando profissionais com o perfil ideal demandado pelo parque fabril do DF.

O terceiro elo é o Instituto Euvaldo Lodi (IEL-DF), que faz a integração entre as escolas, universidades e as indústrias, na oferta de estágio, capacitação empresarial e estudos e pesquisas demandados pelas empresas.

De acordo com o secretário de Trabalho, conhecimento de causa e implementação da política pública voltada à necessidade detectada é a nova filosofia administrativa adotada nessa gestão do Governo do Distrito Federal. “Estamos atendendo uma agenda propositiva do governador Ibaneis, onde a ideia é pautar as políticas públicas de acordo com a necessidade do mercado de trabalho, atendendo trabalhador e empregador”, informou Thales.