Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/03/16 às 14h44 - Atualizado em 29/10/18 às 10h45

Agência do Trabalhador reabre em novo endereço no Itapoã

COMPARTILHAR

Com economia de R$ 16 mil por mês em aluguel, unidade passa a funcionar na administração regional



agencia-itapoã



Ádamo Araujo, da Agência Brasília

7 de Março de 2016 – 16:05

A Agência do Trabalhador no Itapoã começa a funcionar hoje (7) em nova sede. A unidade deixa o antigo endereço na Quadra 1 para atender os moradores na administração regional. De acordo com a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, a mudança acarreta economia do aluguel anteriormente pago.

A Secretaria-Adjunta do Trabalho destaca que, no início do ano passado, eram gastos R$ 16 mil mensais na locação. O valor caiu posteriormente para R$ 12,5 mil. “Agora não há mais esse custo para os cofres públicos”, comemora o secretário-adjunto Thiago Jarjour.

Desde dezembro de 2015, quando foi iniciado o remanejamento, não houve interrupção do trabalho. Enquanto os quatro servidores da unidade faziam atendimento, uma equipe da empresa Adtel, que presta serviços para a pasta, fez pequenos ajustes, como melhorias na parte elétrica, manutenção do ar-condicionado e revisão hidráulica. Ainda está prevista a cessão de duas salas que serão utilizadas como laboratório de informática para capacitação profissional.

Nova sede
Com o objetivo de assegurar redução de gastos públicos, desde o ano passado ocorrem transferências de unidades para instalações públicas. Guará, Recanto das Emas e Planaltina foram as primeiras.

Após a alteração da sede no Itapoã, a agência de Taguatinga deve ser a próxima. “Estamos em contato constante com a administração regional de lá, que avalia as possibilidades e a estrutura dos espaços capazes de comportar nossa estrutura”, destaca Jarjour.

Segundo o secretário-adjunto, além da Agência do Trabalhador em Taguatinga, somente a unidade do Plano Piloto está em local alugado. O investimento mensal é de cerca de R$ 122 mil.

Vagas de emprego
Durante o ano passado, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos fez mais de 267 mil atendimentos nas 18 agências do trabalhador, nas duas do microcrédito, na do trabalhador autônomo e na agência virtual.

De acordo com a pasta, os serviços mais procurados são acesso a seguro-desemprego, emissão de carteira de trabalho e vaga por emprego — oferecidas todos os dias pela Secretaria-Adjunta do Trabalho por meio de um painel.

As unidades recebem trabalhadores formais, informais e autônomos e empregadores dos setores formal e informal, além de oferecer palestras e oficinas de capacitação profissional por meio do Qualifica Mais Brasília. A meta do programa é treinar 19 mil pessoas até 2019.

Empréstimo
A secretaria também presta serviços a pessoas interessadas nos setores de empreendedorismo e cooperativismo, urbano e rural, e no crédito produtivo, por meio do Prospera.

O projeto, voltado para concessão de empréstimo a pequenos empreendedores informais e microempresas sem acesso ao sistema financeiro tradicional, tem o objetivo de fortalecer empresas de setores populares, informais e formais das áreas urbana e rural, proporcionando mais renda.

Funcionamento
As agências abrem das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, nos seguintes locais: Taguatinga, Ceilândia, Plano Piloto, Brazlândia, Candangolândia, Estrutural, Guará, Gama, P Sul, Itapoã, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, Estação 112 Sul do Metrô, Santa Maria, São Sebastião e Sobradinho.

Agência do Trabalhador no Itapoã
Administração regional
Quadra 378, Conjunto A, Área Especial nº 4
De segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas